JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение

O Prefeito

PREFEITO DE PIRENÓPOLIS

Av. Comendador Joaquim Alves, 28 – Centro Histórico
Funcionamento: Segunda-feira à sexta-feira
Horário: 8:00 às 11:00 e das 13:00 às 17:00
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

(62) 3331-1299

João Batista Cabral, João do Léo, nasceu no dia 24 de junho de 1967, no povoado da Capela do Rio do Peixe, município de Pirenópolis-Goiás, onde passou sua infância. É filho de Olegário Bento Cabral e Ludovina Pereira de Siqueira.

Casado com a senhora Nair Vidal Cabral, João é pai de Cinco filhos, João Paulo da Luz Cabral, Ana Paula da Luz Cabral, Paulo César da Luz Cabral, Esther Vidal Cabral e Luíza Vidal Cabral.

Iniciou sua vida profissional como garimpeiro, nas Pedreiras de Pirenópolis. Trabalhou no comércio e na agricultura. Sempre disposto a ajudar o próximo, realizou diversos trabalhos sociais, procurando auxiliar a comunidade em tudo o que estivesse ao seu alcance.
João do Léo deu início a sua trajetória política no ano 2000, quando foi candidato a vereador pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB.

Em 2004, disputou pelo Partido Progressista – PP, foi o terceiro mais votado, com 538 (Quinhentos e trinta e oito) votos, mas ficou na suplência devido a legenda do partido. Poucos meses depois, assumiu seu primeiro cargo público como Secretário de Obras, onde trabalhou por três anos e quatro meses.

No ano de 2008, candidatou-se pelo Partido da República – PR, obtendo 638 votos, e foi, pela primeira vez, eleito Vereador.

Em 2012, quando se candidatou pelo Partido Social Democrático – PSD, ficou, mais uma vez,entre os três mais votados, alcançando 637 (Seiscentos e trinta e sete) votos, porém ficou na suplência.

Em 2016, tornou-se Presidente do Partido Democrata – DEM. Lançando pela primeira vez sua candidatura a Prefeito. João do Léo foi eleito com 47,86% dos votos válidos, um total de 6.371 (Seis mil e trezentos e setenta e um) votos, na disputa com Altamir Mendonça, do Partido Progressista – PP, que ficou em segundo lugar, com 28,53%. Paulo Daiam da Silva Lopes, do Partido Trabalhista Brasileiro – PTB, com 23,62% dos votos. E Luiz Armando Pompeu de Pina, que teve seus votos anulados.

Com a proposta de uma gestão participativa e compartilhada, João pretende manter as portas abertas entre seu gabinete e a população, trabalhar com coerência e transparência.

“Não amo a sigla, amo as pessoas. Sigla divide, eu a uso para unir e trabalhar pela sociedade”.